“Petrobras deve explicações”, diz Pacheco sobre convocação de Silva e Luna

35

Presidente do Senado questiona alta dos combustíveis mesmo com dólar abaixo de R$ 5 e cobrou explicações de Petrobras

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), comentou a aprovação da convocação do presidente da Petrobras, o general Joaquim Silva e Luna, para dar explicações à Comissão de Infraestrutura (CI) do Senado Federal sobre o pagamento de dividendos aos acionistas da petroleira que teve lucro bilionário em 2021, puxado pela escalada do combustíveis.

O senador mineiro disse que a estatal deve explicações à sociedade brasileira sobre o preço do diesel e da gasolina – que chegou a ultrapassar R$ 8 em alguns estados – no momento em que o dólar está abaixo de R$ 5.“A Petrobras deve explicações à sociedade brasileira em relação a vários aspectos. Eu avaliava, nesta manhã, a questão do preço do barril do petróleo, a redução do câmbio sem que haja reflexo no combustível da refinaria, distribuidoras e dos postos de combustível. Então alguma coisa está errada e ela precisa ser esclarecida”, disse.

Pacheco ainda mencionou um dos projetos do ‘pacote de combustíveis’ relatados pelo senador Jean Paul Prates (PT-RN) aprovados no Senado, o PL 1472, que cria uma conta de estabilização para amortecer o preço dos combustíveis com previsão de usar lucros extraordinários que União teria para receber da Petrobras, como acionista majoritária.

O convite de Silva e Luna à CI foi um pedido do senador Jean Paul Prates (PT-RN) – relator dos dois projetos do chamado pacote dos combustíveis. O general terá de explicar o pagamento aos acionistas do lucro bilionário da estatal, que chegou a R$106 bilhões em 2021.

“Mais de 90% dos lucros foram distribuídos diretamente aos acionistas. Queremos entender de onde vem o lucro de fato: se foi pela venda de ativos ou pelo lucro vindo do vento e do acaso, como por exemplo, o preço de commodities lá fora”, questionou o petista.

Fonte: CorreioBRaziliense