Cinco famílias ficam desalojadas após cheia de córrego em Alta Floresta d’Oeste

91

Mais de 40 famílias da zona urbana e rural foram afetadas diretamente pela cheia do córrego. Famílias que moram em área de risco foram levadas para abrigos temporários.

As fortes chuvas que atingiram Alta Floresta d’Oeste (RO) no início do final de semana, fizeram com o que as águas do Córrego da Areia, que corta a cidade, atingissem a casa de dezenas de famílias.

Segundo a Defesa Civil, cinco famílias ficaram desalojadas e mais de 40 famílias da zona urbana e rural foram afetadas diretamente pela cheia do córrego.

Cerca de 40 famílias foram atingidas diretamente pela cheia do rio em Alta Floresta d'Oeste, RO — Foto: Reprodução

Cerca de 40 famílias foram atingidas diretamente pela cheia do rio em Alta Floresta d’Oeste, RO — Foto: Reprodução

Nas redes sociais, a Defesa Civil informou que continua monitorando o nível do córrego e que canais da cidade também transbordaram com a quantidade de chuva, “que foi muito além do esperado”.

O órgão também informou que as famílias que moram em área de risco foram levadas para abrigos temporários.

Avenida São Paulo em Alta Floresta d'Oeste, RO — Foto: Reprodução

Avenida São Paulo em Alta Floresta d’Oeste, RO — Foto: Reprodução

Alerta de chuvas intensas

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um alerta laranja para Rondônia. O aviso, válido até a manhã de segunda-feira (7), prevê perigo potencial de chuvas e ventos intensos em todas as cidades do estado, incluindo Alta Floresta.

O alerta prevê chuvas entre 30 e 60 milímetros por hora ou até 100 milímetros por dia. Além disso, há possibilidade de ventos intensos entre 60 e 100 km/h, risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e descargas elétricas.