WSL 2022: Italo Ferreira, Samuel Pupo e Jadson André avançam para a próxima fase em Peniche

49

Pupo conquista a segunda bateria e deixa hendecampeão mundial, Kelly Slater, na terceira colocação. No feminino, brasileira Tatiana Weston-Webb passa em segundo lugar

Medalhista de ouro nos Jogos Olímpicos de 2020, Italo Ferreira avançou, nesta quinta-feira, para a próxima fase na etapa de Peniche, em Portugal, pelo Circuito Mundial de surfe da WSL 2022. O potiguar passou em primeiro lugar na quarta bateria, com 16,17, seguido pelo compatriota Jadson André (9,47), que também se classificou. O anfitrião Vasco Ribeiro, com 9,17, irá para a repescagem. A dupla canarinho se juntou a Samuel Pupo que, ao levar a melhor na segunda bateria, se credenciou para a próxima fase.

No feminino, Tatiana Weston-Webb, a única representante do Brasil em Peniche, confirmou a segunda colocação ao somar 10.10, um ponto a mais do que Gabriela Bryan, a terceira, que terá de encarar a repescagem. A liderança ficou com Molly Picklum, autora de 15.50 pontos.

Pupo supera Kelly Slater

 

Samuel Pupo não tomou conhecimento do hendecampeão mundial, Kelly Slater, na segunda bateria. O novato brasileiro venceu a segunda bateria do Circuito Mundial de surfe da WSL 2022 ao anotar 14,60, deixando Imaikalani deVault (13,73) com a segunda posição. Ambos avançam para a próxima fase, enquanto o veterano (9,90), terceiro colocado, irá para a repescagem.

Samuel Pupo faturou a segunda bateria em Peniche — Foto: reprodução/SporTV

Samuel Pupo faturou a segunda bateria em Peniche — Foto: reprodução/SporTV

Irmão de Miguel Pulo, “Samuca” comemorou a expressiva vitória, principalmente, por estar competindo com o maior nome do surfe em todos os tempos.

– Foi demais, estou muito feliz. Foi uma bateria boa, comecei bem, troquei de prancha por um erro no meu equipamento, mas deu tudo certo. Estou feliz de avançar em uma bateria, especialmente, contra o Kelly.

Pupo anotou 14,60 e ficou com a primeira posição — Foto: reprodução/Sportv

Pupo anotou 14,60 e ficou com a primeira posição — Foto: reprodução/Sportv

Ao longo da história, os surfistas do Brasil venceram cinco das 11 etapas disputadas em Peniche – incluindo, as três mais recentes. Em 2017, Gabriel Medina levou a melhor, enquanto Ítalo Ferreira conquistou em 2018 e 2019. Adriano de Souza, o Mineirinho, em 2011, e Filipinho Toledo, em 2015, completam o hall dos atletas canarinhos que faturaram a etapa.

Resultados completos

 

Bateria 1

1- Jackson Baker (AUS) – 11.70
2- Jordy Smith (AFS) – 11.10
3 – Jake Marshall (EUA) – 6.00

Bateria 2

1 – Samuel Pupo (BRA) – 14.60
2- Imaikalani deVault (HAW) – 13.73
3 – Kelly Slater (EUA) – 9.90

Bateria 3

1 – Owen Wright (AUS) – 12.36
2 – Seth Moniz (HAW) – 9.66
3 – Lucca Mesinas (PER) – 9.43

Bateria 4

1 – Italo Ferreira (BRA) – 16.17
2 – Jadson André (BRA) – 9.47

3- Vasco Ribeiro (POR) – 9.17

Fonte: ge