Theobroma – Prefeitura trabalha melhoramento genético do rebanho para ampliar bacia leiteira

35

O Projeto municipal “Agricultura forte, melhoramento genético dos animais leiteiros” tem utilizado sêmen de reprodutores da raça Girolando para a inseminação artificial de rebanhos locais.

Um projeto inovador acontece na região central do estado desde 2020. É uma aposta da Prefeitura para incentivar os pequenos produtores rurais a continuarem na pecuária leiteira.  Os custos com implantes, as despesas com os médicos veterinários, transporte e com a aquisição de botijões de nitrogênio, entre outros insumos necessários para a boa condução do projeto, são subsidiados pelo Prefeitura, que através da Secretaria Municipal de Indústria e Comércio acompanha a aplicação da Inseminação Artificial por Tempo Fixo (IATF).

O prefeito de Theobroma, Gilliard dos Santos Gomes destaca a importância da iniciativa e relata que já foram inseminadas mais de 720 vacas, de 46 propriedades rurais e a expectativa de conseguir aumentar o padrão genético do rebanho leiteiro do município é muito grande.

Segundo o prefeito, a pecuária é um seguimento de forte impacto na economia local, principalmente a leiteira, gerando renda para muitas famílias. “Agora com esse projeto, que faz o investimento no melhoramento genético e a adoção de tecnologias, vamos dar mais condições para os pequenos criadores permanecerem na atividade leiteira, ampliando seus ganhos financeiros”, explica.

Gilliard reconhece que esta ação exige custo elevado do poder público, mas disse não ter dúvida de que o investimento representa a melhora quantitativa e qualitativa do rebanho bovino, aumento da produção de leite e dos seus derivados e, por conseguinte, oferecerá condições dignas de trabalho, de renda e de qualidade de vida às famílias na zona rural de Theobroma.

PARCEIROS

Outro destaque é a parceria da prefeitura com a Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater-RO) e o Centro de Treinamento da Emater, que é importante para o bom funcionamento da iniciativa de melhoramento genético, pois trabalha fortemente com a capacitação dos criadores que participam do projeto.

O médico-veterinário responsável pelo projeto, Riciere Santana Zucoloto relata que a parceria com a Emater é promissora, pois a maioria dos produtores atendidos não possuem experiência com a técnica da inseminação. As orientações na escolha dos touros, que podem ser Girolandos ou de outras raças leiteiras,são fundamentais para que os cruzamentos tenham os melhores resultados. “Mais de 95% dos cruzamentos, até o momento, são direcionados para Girolando e dos rebanhos assistidos podem ser inseminados 20 animais, que são escolhidos após uma avaliação ginecológica e realização de ultrassom. Com rigor técnico e investimentos vamos conseguir aumentar nosso padrão genético e a produção de leiteira”, comentou.

Outro passo importante para melhorar a qualidade do rebanho de Theobroma é o registro genealógico dos animais nascidos nas fazendas que participam do projeto. O técnico da Associação Brasileira dos Criadores de Girolando (Aspromeg-RO), Kleber Ribeiro, que também é entidade parceira do projeto, visitou o município e destacou as vantagens da raça para a pecuária de Rondônia e falou sobre o registro de qualidade genealógica.

“O registro é importantíssimo para quem quer formar um rebanho geneticamente superior. A Aspromeg-RO conta com um programa de incentivo ao registro para os animais dos pequenos produtores que não tem condições de ser um associado da entidade, mas querem melhorar seus rebanhos com o uso de animais registrados. Os produtores associados ao projeto têm direito a um número anual de registro”, finalizou comemorando a iniciativa de Theobroma.