Sevic apreende mais de 10 kg de drogas durante Operação “Vitaminun Familiae”

53

Foram apreendidos em torno de 10kg de drogas, arma e apetrechos

Operação “Vitaminun Familiae” foi desencadeada durante a manhã de segunda-feira (07), no município de Guajará-Mirim (RO), por policiais civis lotados no (Serviço de Vigilância, Investigação e Captura) que estiveram em três residências, onde em uma delas apreenderam aproximadamente 10 kg drogas e arma.

Simultaneamente as equipes se revezaram e estiveram no bairro Triângulo, em três residências cumprindo mandados de busca e apreensão, tendo como moradores pessoas da mesma família suspeita de estarem envolvidas com o tráfico de drogas em Guajará-Mirim. Na casa situada a Avenida Benjamin Constant, 1225, ondem residem Nancy de 54 anos, e seu filho A. D. L., de 18 anos, foi cumprido o mandado.

Os agentes ao seguirem revistando a casa e ao tentarem entrar no quarto onde estava Nancy, a princípio ela impediu a passagem com o corpo e depois disse estar passando mal, ainda assim a buscas continuaram e uma mochila de cor preta foi localizada ao chão, dentro havia uma sacola plástica de cor preta acondicionados quatro tabletes de cocaína, nos tabletes haviam cores diferente de fita e com apelidos marcando o proprietário de cada quantidade. Ainda no quarto, foram encontrados dois tabletes de cocaína atrás do guarda-roupas.

Ainda segundo a PC, o filho de Nancy tentou impedir a ação dos agentes sendo violada a porta para dá acesso a revista em um dos cômodos da casa e o rapaz imobilizado. O filho teria apontado local onde estava escondida uma espingarda tipo chumbeira calibre 28, artesanal, escondida atrás da porta do quarto. Além de apetrechos usados na comercialização do tráfico foram apreendidos, 12 aparelhos celulares apreendidos na residência. Entre cocaína (a maior quantidade) e maconha totalizou aproximadamente 10 quilos apreendidos.

Em outra residência, de familiar de Nancy Duri, os agentes do Sevic apreenderam quatro aparelhos celulares, já em outra casa foi apreendido o um DVR para averiguar imagens do sistema de monitoramento eletrônico da casa, neste local não havia ninguém. A mulher foi encaminhada para Delegacia de Polícia Civil juntamente com seus familiares para que providências fossem tomadas.