Senadores dizem receber ameaças por tentar barrar PL das armas na CCJ

46

Em comunicado enviado à imprensa, parlamentares relatam estar sob “fortíssima pressão do lobby dos clubes de tiro e da indústria de armas”

Um grupo de senadores afirma estar recebendo ameaças por tentar obstruir o avanço do PL 3723/2019, que altera o Estatuto do Desarmamento, na Comissão de Cidadania e Justiça do Senado (CCJ). A votação foi adiada na última sessão, ocorrida na quarta-feira (9/3).

Em comunicado enviado à imprensa, nesta sexta-feira (11), os parlamentares relatam estar sob “fortíssima pressão do lobby dos clubes de tiro e da indústria de armas“. O senador Eduardo Girão (Podemos-CE) registrou um boletim de ocorrência, na Polícia do Senado, na quarta-feira, por conta de um e-mail no qual as senadoras Eliziane Gama (Cidadania-MA) e Simone Tebet (MDB-MS) são chamadas de “cadelas”.

Girão e o senador Fabiano Contarato (PT-ES) também receberam os insultos e ameaças na mesma mensagem.

Um dia depois, na quinta-feira (10), o PRS 12/2021, projeto de resolução que cria a Frente Parlamentar pelo Desarmamento, foi aprovado. A autora dessa proposta é a senadora Eliziane Gama.

Na última seção da Comissão de Constituição e Justiça do Senado, conseguimos adiar a votação do PL 3723/2019, que na prática revoga o Estatuto do Desarmamento, por 15 votos a 11. Mas não quer dizer que tenhamos maioria na CCJ, pelo contrário, estamos em minoria.

Senadores que defendem o Estatuto estão sobre fortíssima pressão do lobby dos clubes de tiro e da indústria de armas, e os mais ativos, como as senadoras Eliziane e Simone Tebet (chamadas de ‘cadelas’), e os senadores Comparato e Giro, estão sendo insultados e ameaçados por e-mails. É crucial que contrabalancemos essa pressão, enviando e-mails principalmente para os senadores hesitantes ou faltosos, defendendo o controle de armas e o Estatuto do Desarmamento, e repudiando a liberação de armas para os CACs (caçadores, atiradores e colecionadores) prevista pelo PL 3723.

A votação final deverá ser realizada na próxima quarta-feira, dia 16 (veja pela TV Senado). Peça a eles que participem da votação e votem contra o PL3723. O apoio deles é vital para preservar o Estatuto, que já salvou a vida de mais de 200 mil brasileiros, segundo o insuspeito IPEA.
Envie e-mails com urgência para eles, que são:

sen.jorgekajuru@senado.leg.br
sen.eduardobraga@senado.leg.br
sen.jaderbarbalho@senado.leg.br
sen.pliniovalerio@senado.leg.br
sen.vanderlancardoso@senado.leg.br
sen.omaraziz@senado.leg.br
sen.wevertonrocha@senado.leg.br
sen.carlosportinho@senado.leg.br
sen.maragabrilli@senado.leg.br
O Estatuto do Desarmamento salva vidas!”

Fonte: CorreioBraziliense