RBR renova com Verstappen em contrato de seis anos, até 2028

46

Extensão é a maior da F1; holandês ingressou na categoria em 2015 pela STR (hoje AlphaTauri), equipe irmã do time austríaco, e foi promovido em meados de 2016

A vitoriosa parceria iniciada em 2016 e que culminou com a conquista do campeonato de pilotos da Fórmula 1 em 2021, entre Max Verstappen e a RBR, vai continuar por um bom tempo. O contrato do holandês com a equipe foi renovado por mais seis anos, até 2028 – o mais longo da categoria. O anúncio foi feito nesta quinta-feira.

– Eu realmente gosto de fazer parte da RBR, então foi uma decisão fácil. Amo essa equipe e o ano passado foi simplesmente incrível. Nosso objetivo desde que nos unimos em 2016 foi vencer o campeonato e fizemos isso, então agora o objetivo é manter o número 1 no carro a longo prazo – celebrou Verstappen.

O holandês de 24 anos ingressou na F1 através da Academia da RBR; fez sua estreia na categoria em 2015 pela STR (atual AlphaTauri) e, no GP da Espanha de 2016, debutou na equipe principal com vitória.

De lá pra cá, Verstappen conquistou pelo time outras 19 vitórias, 13 poles positions e 60 pódios, além de seu primeiro campeonato mundial no ano passado – quebrando um jejum da RBR que vinha desde 2013, temporada da última conquista de Sebastian Vettel.

O título de construtores, porém, ainda é um objetivo a ser alcançado pela dupla; apesar de voltar a liderar o campeonato em 2021 depois de uma seca de quase oito anos, quem levou a melhor na disputa de equipes na última temporada foi a rival Mercedes, atual octacampeã.

Christian Horner, chefe da RBR, e Max Verstappen, no lançamento do RB18 — Foto: Bryn Lennon/Getty Images

Christian Horner, chefe da RBR, e Max Verstappen, no lançamento do RB18 — Foto: Bryn Lennon/Getty Images

A permanência de Verstappen na RBR até 2028 significa que o holandês vai participar, ao lado do time, da introdução do novo regulamento de motores da F1, previsto para 2026. Já a partir deste ano, a equipe austríaca dará início à sua empreitada de desenvolver as próprias unidades de potência com suporte da Honda, sua fornecedora indireta.

– Assinar com Max até o fim de 2028 é uma comprovação de nossa intenção. Nosso foco imediato é defender o título mundial de Max, mas esse acordo também mostra que ele faz parte dos planos a longo prazo da equipe. Com a divisão de unidades de potência da RBR trabalhando com o novo regulamento de motores para 2026, queríamos ter certeza de que estaríamos com o melhor piloto do grid garantido para esse carro – explicou Christian Horner, chefe da RBR.

Também na temporada 2022, equipe e piloto vão encarar o desafio de manejar um carro completamente diferente, sob o novo regulamento técnico da F1, com intuito de defender o título de Verstappen e manter-se no páreo na disputa de equipes.

Max Verstappen guia RB18, carro da RBR, na pré-temporada da F1 2022 em Barcelona — Foto:  Jose Breton/Pics Action/NurPhoto via Getty Images

Max Verstappen guia RB18, carro da RBR, na pré-temporada da F1 2022 em Barcelona — Foto: Jose Breton/Pics Action/NurPhoto via Getty Images

Com seu carro novo, o RB18, a RBR fez uma boa participação na primeira bateria de testes da pré-temporada em Barcelona na última semana, mas ficou atrás das rivais Ferrari, McLaren e Mercedes na distância percorrida e nos melhores tempos dos três dias.

Antes do começo do campeonato no GP do Bahrein, em 20 de março, os pilotos participarão de uma segunda bateria de testes no Circuito de Sakhir (também palco da etapa barenita), de 10 a 12 de março.

Fonte: ge