Possível saída de Savinho tem potencial para ser segunda maior venda da história do Atlético-MG

51

Galo negocia o jovem atacante ao Grupo City e manterá 13% de uma futura venda do jogador

A situação não foi sacramentada, mas reuniões estão marcadas, e o Atlético-MG deu sinal verde para a negociação. O jovem meia-atacante Savinho, de 17 anos, caminha para ser vendido ao Grupo City por 6,5 milhões de euros (R$ 38,2 milhões). E serão outros 6 milhões de euros (R$ 35,3 milhões) em bônus, acionados diante de metas estabelecidas. Caso a operação chegue ao seu valor máximo, Sávio será a segunda maior venda da história do Galo.

ge trouxe detalhes da situação de Savinho na noite da última segunda-feira, informando que o potencial da venda do jogador era de 10 milhões de euros. Mas houve errata na apuração. A atualização da informação é que a saída de Savinho poderá bater os 12,5 milhões de euros (R$ 73.630.000,00), caso o jogador cumpra alguns objetivos, como número de jogos, participação em ligas internacionais, convocação para seleção brasileira.

Apenas os 25 milhões de euros da saída de Bernard ao Shakhtar Donestk, em agosto de 2013, seguem bem distante no topo da lista de vendas mais caras do Galo. A segunda colocação é do lateral Emerson, vendido ao Barcelona por 12,1 milhões de euros.

Para se ter ideia da desvalorização do Real, os 25 milhões de Bernard em 2013 eram R$ 77 milhões, quase o mesmo valor de Savinho agora, nas cifras totais.

O Atlético, por sua vez, manterá 13% de uma futura venda do atleta, fora o percentual de mecanismo de solidariedade, que é aquela regra da Fifa que destina 5% de toda negociação onerosa para os clubes que ajudaram a formar o jogador envolvido na transação. Savinho é cria da base do Galo, e fará 18 anos apenas em abril.

O Grupo City (oficialmente City Football Group) detém 100% de participação no Manchester City, do Melbourne City (Austrália) e do Montevideo City Torque. Ainda conta com porcentagens em New York City (MLS), Mumbai City (Índia), Girona (Espanha), Yokohama Marinos (Japão), Troyes (França), Sichuan Jiuniu (China), Bolivar (Bolívia) e Lommel SK (Bélgica).

Na apuração da reportagem, dois destinos surgem com os mais prováveis de Savinho. O Troyes, que é 16º lugar no Campeonato Francês, e o Lommel SK, que é 7º lugar na segunda divisão belga. Ainda não há definição. Inclusive, o Atlético não comenta oficialmente nenhuma negociação antes do desfecho.

Fonte: ge