Polícia Civil prende suspeito de matar vigilante; arma do crime foi achada com dono de balneário

37
Suspeito de matar Irlan Rodrigues foi preso durante plantão em funerária de Porto Velho. Na casa dele foram encontradas munições de arma de fogo

O suspeito de matar o vigilante Irlan Rodrigues, de 40 anos, em setembro do ano passado, foi preso durante a manhã desta segunda-feira (7) em Porto Velho. Ele estava no trabalho quando os policiais da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Vida realizaram a ação. A suposta arma usada para matar a vítima foi encontrada com o proprietário de um balneário.

O suspeito do homicídio foi identificado como Éder de Sousa e ele foi preso enquanto trabalhava em uma funerária. Ao cumprirem o mandado de busca e apreensão na casa de Éder, os agentes da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Vida também localizaram munições.

Já a arma usada no assassinato de Irlan, segundo investigadores, foi encontrada com um homem em um balneário localizado próximo da BR-364. O empresário também foi detido levado à DECVV para prestar depoimento.

Dono de balneário é levado à delegacia por porte ilegal de arma de fogo, usada para matar vigilante em Porto Velho — Foto: Richard Nunes / arquivo

Dono de balneário é levado à delegacia por porte ilegal de arma de fogo, usada para matar vigilante em Porto Velho — Foto: Richard Nunes / arquivo

Ao g1, a delegada Adrian Vieiro informou como foi realizada a prisão temporária do suspeito.

“A equipe da Homicídios vinha investigando esse crime que foi cometido no ano passado. Hoje foi dado o cumprimento a quatro mandados de busca e apreensão e um mandado de prisão temporária contra o atirador”, relatou a delegada Adrian Vieiro.

Homem é morto com mais de 5 tiros em Porto Velho — Foto: reprodução

Homem é morto com mais de 5 tiros em Porto Velho — Foto: reprodução

Irlan Rodrigues, de 40 anos, foi morto a tiros no dia 30 de setembro do ano passado. À época, testemunhas disseram que o atirador estava em uma motocicleta quando disparou contra a vítima.