Operação Luz Vermelha – Polícia Civil prende acusados da morte de comerciante

44

Conforme as investigações dos policiais civis sob o comando da delegada Leisaloma Carvalho, a acusada de ser a mandante do crime era concorrente da vítima

A Delegacia Especializada em Crimes Contra a Vida (DECCV) deflagrou na manhã desta terça-feira (15) a Operação Luz Vermelha com o objetivo de prender um casal de comerciante acusado de envolvimento na execução a tiros de Marilda Pereira Escobar e tentativa de homicídio contra o marido dela Railson C. F., 22.

O crime aconteceu no dia 12 de novembro do ano passado em uma casa de prostituição na Rua João Alfredo, bairro Cai N’Água, na região Central de Porto Velho (RO).

Conforme as investigações dos policiais civis sob o comando da delegada Leisaloma Carvalho, a acusada de ser a mandante do crime era concorrente da vítima.

Ela tinha uma casa de prostituição ao do comércio de Marilda. O marido da acusada teria ido ao local junto com um comparsa e praticou o crime a tiros contra Marilda, que morreu no local. Railson C. F., baleado e socorrido ao hospital João Paulo II.

A vítima estava com o marido no balcão da casa de prostituição no momento em que foi executada.

As investigações apuraram que a motivação para o crime teria sido devido disputa por território (clientes).