Olimpíadas de Inverno têm Valieva na final e adeus no bobsled; veja resumo

50

Dia em Pequim ainda contou com brasileiro liberado para competir e acidente feio com trenó

Foi um dia intenso nas Olimpíadas de Inverno de Pequim. Na maior atração do dia, Kamila Valieva deixou o processo de doping fora da pista e voltou a encantar com uma performance quase perfeita na patinação artística. Ela avançou à final individual em primeiro lugar e chorou ao fechar a apresentação. A terça-feira também teve a despedida da dupla Edson Bindilatti e Edson Martins e queda feia no bobsled, além da liberação para Michel Macedo competir após Covid-19. Confira o resumo de tudo o que aconteceu nos Jogos.

Brilho após doping

 

Em meio à maior polêmica das Olimpíadas de Inverno até aqui, Kamila Valieva, de apenas 15 anos, voltou ao Estádio Indoor de Pequim nesta terça-feira. A russa, liberada a competir mesmo após ser flagrada em exame antidoping, garantiu seu lugar entre as atletas que vão brigar pela medalha na patinação artística. Com uma apresentação quase perfeita no programa curto, saltou para o topo da classificação e avançou para a disputa do programa longo, na próxima quinta-feira.

Kamila fez a melhor apresentação do dia e liderou o pelotão russo nas primeiras colocações. Ela ficou à frente das compatriotas Anna Shcherbakova, com 80,20, em segundo lugar, e Alexandra Trusova, com 74,60, em quarto. Apenas a japonesa Kaori Sakamoto, com 79,84, se colocou no meio das atletas russas, em terceiro.

Adeus brasileiro no bobsled

 

Chegou ao fim a participação do Brasil no bobsled 2-men nas Olimpíadas de Inverno de Pequim. No Centro de Esportes de Pista de Yanqing, o trenó pilotado por Edson Bindilatti com o parceiro Edson Martins completou a terceira descida na 29ª colocação, com 3min03s81 no somatório, novamente à frente apenas da Jamaica.

O Brasil ainda competirá no esporte no dia 19 de fevereiro no 4-men, prova na qual tem como meta ficar entre os 20 melhores para avançar à final, algo inédito no masculino. A melhor colocação dos homens até hoje foi o 23º lugar do 4-men nos Jogos de PyeongChang, em 2018. No feminino o Brasil tem como melhor colocação um 19º da dupla Fabiana Santos e Sally da Silva em Sochi 2014.

Acidente feio

 

O bobsled também teve um susto grande nesta terça. A dupla britânica Brad Hall e Nick Gleeson perdeu o controle do trenó no meio da descida e acabou virando. Mesmo com o trenó virado, no entanto, eles ainda conseguiram completar o percurso, mas saíram frustrados com o acidente e o tempo mais alto do que o planejado.

Liberado

 

Michel Macedo finalmente testou negativo para a Covid-19 e foi liberado pelo Comitê Organizador para competir nas Olimpíadas de Inverno de Pequim. O brasileiro disputará o slalom, prova do esqui alpino, nesta quarta-feira. A primeira descida será às 23h15 (horário de Brasília) desta terça-feira.