Mulher é esfaqueada por ex-namorado que não aceitava fim do relacionamento

28

Colegas da vítima dizem que suspeito tem histórico de violência contra mulheres

Por volta do meio-dia desta quinta-feira, 17, uma mulher deu entrada na UPA, em Vilhena, com perfurações de faca nas costas e na região do pescoço. Ela foi atacada na avenida Curitiba, bairro Jardim das Oliveiras.

Foi apurado que a mulher esfaqueada tem entre 34 e 36 anos e é servidora municipal. O principal suspeito de ter tentado matá-la também é servidor da prefeitura e está foragido.

O site obteve informações de que há pouco mais de um mês a vítima terminou o relacionamento que mantinha com o agressor. O homem, no entanto, não aceitava o fim da relação e teria até tentado arrombar a casa da ex.

Amigos da servidora, que estava de bicicleta quando foi esfaqueada e jogada no chão, já haviam aconselhado que ele largasse o acusado, que também já teria cometido violência doméstica contra outras companheiras.

Apesar dos cortes profundos, a mulher que sobreviveu à tentativa de feminicídio está consciente e fora de risco. “Mas os golpes foram para matar”, disse ao site uma pessoa próxima da vítima. A polícia tentar prender o autor do crime.

Fonte: FOLHA DO SUL ON LINE