Investigação da Inteligência da PM leva a apreensão de arma, munições e droga

42

Suspeitos detidos com mais de 1 kg de cocaína tinham mandados de prisão em aberto

Uma investigação conduzida pelo Núcleo de Inteligência (NI) da Polícia Militar de Vilhena levou a prisão de dois suspeitos de tráfico de drogas. Uma pistola 380, munições, e mais de 1 kg de cocaína foram apreendidos durante a operação.

De acordo com informações, o após denúncias de que uma residência na Rua Moacir Cadore, no Residencial Orleans seria um ponto de venda de entorpecentes, e de que a moradora teria em aberto um mandado de prisão, uma equipe do NI passou a monitorar a casa e constatou que havia um fluxo intenso de diferentes pessoas no local.

Próximo da 1 hora da madruga deste domingo, 06, um homem em uma moto. Ele foi recepcionado pelo morador da casa de iniciais J.J.F.P. Minutos depois chegou ao local um veículo de aplicativo no qual entraram as pessoas que estavam na casa, sendo três homens e uma mulher.

A equipe do NI solicitou uma guarnição para a realização de uma abordagem, o que aconteceu na esquina da Rua 5003 com a Mato Grosso. Segundo informações da polícia, foi encontrada no assoalho do veículo, no banco de trás, onde estava sentado J.J.F.P, uma pistola calibre 380, que estava municiada com 20 munições intactas. J.J.F.P usava uma tornozeleira eletrônica que estava desligada. A busca no sistema encontrou um mandado de prisão contra ele.

A revista na bolsa de F.F.S encontrou uma porção de aproximadamente 1 grama, de uma  substância aparentando ser cocaína. F.F.S não portava documentos no momento da abordagem. Ela tentou ludibriar os policias dando informações falsas sobre data de nascimento e sobrenome.

Foi realizada diligência até a residência dela e lá foi encontrada a certidão de nascimento da mulher e com os dados corretos dela os policias conseguiram constatar junto ao sistema, de que havia um mandado de prisão em aberto contra ela.

Durante a revista na casa, os policiais encontraram dentro de uma barra de sabão oca, uma porção de substância aparentando ser cocaína. Dentro do guarda-roupa foram encontradas duas sacolas com a mesma substância. No total, foram apreendidos 1,313kg  do que parece ser cocaína. A substância apreendida deve passar por teste que confirme se si trata mesmo de cocaína.

A busca no guarda-roupa localizou também 14 munições para pistola 380, e um caderno com anotações de contabilidade do tráfico, além de outros objetos relacionados a lida com drogas, e a quantia de R$ 2.750,00.

A polícia encontrou em um dos cômodos da residência, amontoados, diversos objetos, possivelmente trocados por drogas. Entre esses objetos televisores, parafusadeiras e serras elétricas e até um rádio comunicador.

O casal J.J.F.P e F.F.S receberam voz de prisão e foram conduzidos para a UNISP para a tomada das medidas cabíveis. Os dois homens que estavam com o casal no veículo foram apresentados como testemunhas.

Fonte: Folha do Sul