Haas sai na frente e apresenta primeiro carro para temporada 2022 da F1

34

Monoposto segue especificações de novo regulamento técnico da categoria, que entra em vigor no campeonato a iniciar em 20 de março; time segue tendo Schumacher e Mazepin como pilotos

Última colocada no campeonato de construtores da Fórmula 1 em 2021, a Haas tomou a dianteira nos lançamentos dos carros para 2022 e revelou nesta sexta-feira as primeiras imagens do monoposto que será guiado por Nikita Mazepin e Mick Schumacher, o VF-22, na segunda temporada da dupla e a oitava do time na categoria. A temporada começa em 20 de março, com o GP do Bahrein.

Embora seja apenas uma reprodução digital, é possível notar no modelo as mudanças trazidas pelo novo regulamento técnico da Fórmula 1, como o alargamento da asa dianteira, a reformulação da asa traseira. O design de cores de 2021 foi mantido, com o branco predominante e as cores azul e vermelho.

Além de manter Mazepin e Schumacher como titulares, a Haas também seguirá com o brasileiro Pietro Fittipaldi, neto do bicampeão da F1 Emerson Fittipaldi, como reserva do time. Em 2020, Pietro assumiu o volante da equipe americana nos GPs de Sakhir e Abu Dhabi, substituindo Romain Grosjean após o grave acidente do franco-suíço no Bahrein, em novembro.

– Todos nós sabemos do que a equipe é capaz, provamos isso no passado, e com este novo carro, nascido de um conjunto completamente novo de regulamentos, estou confiante de que podemos mostrar mais uma vez que podemos competir. Agora vem a parte divertida, de colocar o novo carro no circuito e ajustar todos os elementos. Estou confiante de que 2022 nos trará de volta ao certame – disse Gunther Steiner, chefe da equipe.

A temporada 2022 introduzirá o novo regulamento técnico da Fórmula 1. O carro novo terá uma asa dianteira maior e integrada com os pratos laterais, calotas nas rodas e aletas cobrindo os pneus, além de refazer completamente o design da asa traseira.

Uma das novidades é a volta do conceito de efeito-solo, no qual a maior parte da pressão aerodinâmica é gerada pelo assoalho do carro e não pelas asas e demais apêndices. A expectativa é que os monopostos andem mais próximos, sobretudo nas curvas, o que vai gerar mais disputas na pista.

Outra mudança importante nos carros de 2022 é a adoção de pneus maiores, indo das 13 para as 18 polegadas. Com isso – e as modificações aerodinâmicas -, espera-se que os bólidos fiquem pelo menos 0s5 mais lentos.

Fonte: ge