Carille está fora do Santos

100

Técnico não resiste ao começo ruim no Paulistão e deixa o clube após quase seis meses

Fábio Carille não é mais técnico do Santos.

Em reunião nesta sexta-feira, a diretoria do Peixe, junto do Comitê de Gestão do clube, decidiu, em comum acordo com Carille, encerrar o vínculo por conta do começo ruim de temporada. O auxiliar Leandro Silva, o preparador físico Walmir Cruz e o analista de Dênis Lupp também saem.

A diretoria começa agora a pensar em novos nomes para assumir a equipe. A tendência é de que o clube priorize a contratação de um treinador estrangeiro.

Na quinta-feira, o Santos perdeu do Mirassol por 3 a 2, fora de casa, pela sétima rodada do Campeonato Paulista.

No estadual, o Santos aparece na segunda colocação do Grupo D com nove pontos, quatro a menos do que o líder Red Bull Bragantino. São duas vitórias, três empates e duas derrotas em sete partidas.

Mais ainda do que os resultados, o que incomodou a direção do Peixe foi a falta de evolução da equipe ao longo dos jogos. Como admitido pelo próprio Fábio Carille, o time oscila demais de um tempo para o outro. Diante do Mirassol, por exemplo, foi para o intervalo perdendo de 3 a 0.

Contratado pelo Santos em setembro do ano passado, para o lugar de Fernando Diniz, Carille ajudou o time na luta contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro e, por isso, ganhou um voto de confiança para esta temporada. Mas não conseguiu fazer o time engrenar até agora.

Ao todo, Carille comandou o Santos em 27 partidas, com nove vitórias, 10 empates e oito derrotas (45,6% dos pontos. Agora, a diretoria vai ao mercado em busca de um substituto.

Fonte: ge