Coube ao líder do PT no Senado, Lindbergh Farias (RJ), defender hoje (13) que, em caso do impedimento de Lula, o partido não lance candidato. O PT vem namorando o nome do governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), que anda flertando com a ideia de ser o candidato.

Farias não descarta a possibilidade de Lula ser condenado em segunda instância, o que o impediria de sair candidato em 2018. E acredita que a força eleitoral de Lula pode ajudar a eleger um nome do campo da esquerda.

A ex-presidente Dilma Rousseff (PT) é a principal incentivadora do nome de Flávio Dino caso Lula tenha o nome vetado pela Justiça Eleitoral. O ex-presidente nacional do PT, Rui Falcão, inclusive, é o autor do convite para que o governador maranhense seja o vice de Lula se tudo der certo. (Fonte: Luís Cardoso)