Em pronunciamento feito na sessão desta terça-feira (11), a deputada Francisca Primo (PCdoB) anunciou que deu entrada ao projeto de lei que dispõe sobre a implantação do programa Pró-Menina, destinado a adolescentes na faixa etária de 10 a 15 anos de idade, com vivência de rua na prostituição.  

O projeto visa dar um suporte aos programas sociais implantados pelo governo do Estado, para que possam atender as meninas que escolheram a rua como moradia, uma vez que são violentadas dentro de suas próprias casas, de forma contínua. 

Francisca Primo enfatizou que no programa, as meninas vão participar de cursos que garantirão renda, qualidade de vida e esperança de dias melhores.
 
“Ninguém sofre mais com as consequências da pobreza do que as meninas: elas são as mais vulneráveis e excluídas. Recentes pesquisas trazem indicadores dos quais somos sabedores, porém, acredito que não tenhamos dado a importância que o problema nos traz. O Brasil é o pior país da América do Sul para ser menina”, afirmou a deputada.